Connect with us

Antropologia

Comemorações Expiatórias

Uma comemoração carregada de um novo sentimento. Um sentimento que advém de todas as lutas, independentemente de classes ou qualquer outra diferença. Um sentimento universal.

Dieison Barcarolo

Publicado

on

Hoje, em algumas cidades, as apurações já finalizaram. Todavia, algo chama a atenção. Como de costume, sempre há aquela comemoração calorosa. Todavia, devido o cenário atual, está sendo diferente. Mesmo assim, não ficaram de fora nessa eleição.

Durante meses estamos sob regras de distanciamento e tensões devido o vírus. Durante toda a quarentena esperávamos por notícias melhores. Mais profundamente ainda, durante longos dias de tensão, medo e indignação, esperávamos por respostas. contudo, como quase tudo na vida, não é como esperamos.

Mas, o que chama a atenção são as pequenas vitórias do dia-a-dia. Não obstante, as lutas que nos permitem bradar o alívio, e as dores que nos rodeiam como canções. Entanto, em plena apuração de votos, mais especificamente nas cidades já conferidas, as comemorações são carregadas de sentimento.

Um primeiro, como já esperado, a felicidade por parte dos eleitos. Mas, como ele é tão tradicional, abstêm-se de comentários. Cabe, aqui, um olhar mais profundo e prefixado no outro sentimento. Uma espécime sublimada numa mistura de alívio com dúvida com esperança. Mas também, veio expiar nossas frustrações pelo cenário atual. Sem dúvidas, podemos esperar muitas salvas e vivas nas próximas datas. Pois, à partir deste ano, toda data comemorativa está carregada de expiação.

Comemorações que exalam a esperança, que amostram suas dores em forma de choros. Indubitavelmente, os candidatos eleitos estão sendo parabenizados com louvor. Contudo, não esqueçamos deste momento novíssimo na história do século XXI. Um momento que todas as nossas vivas são comemorações expiatórias.

Dieison Barcarolo

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS