Connect with us

Economia

E-commerce deslancha com quarentena. Veja dicas de como vender on-line

Taiara

Publicado

on

Jornal do Povo RS - compras

O Brasil registrou R$ 670 milhões em vendas em junho de 2020, de acordo com informações da Receita Federal

Com lojas fechas e a necessidade de ficar em casa, durante este momento de pandemia do coronavírus, o comércio eletrônico – ou e-commerce – ganho força e passou a ser uma das melhores opções de venda e compra. De acordo com a Receita Federal, esse tipo de transação comercial registrou R$ 670 milhões em vendas em junho, em todo o país. Em relação ao mesmo mês de 2019, a média diária de vendas no seguimento em 2020 cresceu 73%.

É o que confirma Fernanda Munhoz, de 23 anos, fundadora da loja virtual Ella de Prata, que vende para todo o Brasil pelo site e pelo o Instragram e já tem mais de 18 mil seguidores. “Eu fiquei desesperada no inicio da pandemia, pensei que iriamos entrar em uma crise muito forte, mas surpreendentemente o meu faturamento aumentou cerca de 400%”. Fernanda justifica que com as lojas físicas fechadas teve uma alta nos pedidos para o Dia das Mães e o Dia dos Namorados.

Para ela, esse modelo de compras tem muitas vantagens: “O e-commerce é muito confortável. Na internet, você consegue comparar preços em vários sites diferentes, além de fretes e condições de pagamento”.

Fernanda Munhoz também se diz muito otimista e acredita que os clientes que conquistou vão continuar mesmo no pós-pandemia. “O e-commerce é o presente”, avalia.

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS