Connect with us

Colunas

Escrevendo além do mundo – 04/07/2020: Démodée

Suzy Hekamiah

Publicado

on

Jornal do Povo - RS - moça menina

Démodée é um romance policial que se passa no mundo da Moda. Eu tive muito prazer de escrever esse livro por ser meu primeiro trabalho maior fora da Fantasia. Hoje eu gostaria de compartilhar algumas perguntas que leitores fizeram a mim pelo Instagram (@suzyhekamiah).

Quando surgiu a ideia do livro? Em 2013 eu cursava algumas disciplinas de Moda da Universidade de Caxias do Sul e visitamos uma antiga tecelagem de mais de 100 anos. Era inverno e havia neblina. Quando chegamos na tecelagem, que mais parecia um labirinto em ruínas, eu só senti o cheiro forte de corante e dos produtos químicos para tratar a lã. Isso logo me deu a ideia que era o cenário ideal para um filme de terror. Se eu não visse as máquinas funcionando, eu diria que o prédio estava abandonado.

Qual foi o maior desafio ao escrever o livro? Digamos que foi meu “tempo” e “ansiedade”. Eu escrevi o livro durante um período de muitas mudanças em minha vida e por isso escrevi e reescrevi a história muitas vezes, até perceber que não teria mais tempo de mudar nada.

Qual a diferença de escrever um romance policial ou um livro de fantasia? Para mim é a estrutura do livro em termos de usar termos atuais e pesquisar mais sobre alguns lugares e coisas que se passam. Para mim, depende muito mais do livro do que do gênero para mim as diferenças.

Você pensa que o livro terá continuação? Não creio por ser uma história fechado, mas talvez aproveite algum personagem em outra linha investigativa, se eu escrever outro romance policial. Não posso dizer “nunca” agora.

É seu primeiro romance policial, certo? Pensa em escrever outro? Provavelmente! Mas ainda não tenho uma ideia central, enquanto isso vou continuar escrevendo Fantasia e penso em algum Romance ou Ficção Científica em breve.

Por que Moda como tema central? Eu sempre gostei de Moda no sentido mais Histórico do que de vaidade, mas gosto dos dois. É um tema que pode muito ser explorado de várias formas e épocas e criar muitos personagens caricatos.

Qual foi a parte mais difícil de escrever sobre o livro? Acredito que num todo. Eu mudei meu estilo de escrita durante esse tempo. Eu escrevia muitos os sentimos dos personagens e eu quis deixar o livro com mais diálogos e ações. Isso foi difícil para mim, mas achei essencial por não ser um livro de fantasia que eu gosto de usar prosas e poesias no meio. Deixar o livro mais direto nas ações dos personagens foi o mais difícil para mim.

Por que demorou tanto o lançamento? Primeiro porque o livro deveria sair por uma editora e essa editora acabou fechando, eu acabei me mudando para os EUA nesse período e também ajudou o atraso, o terceiro motivo foi que decidi reescrever muitas partes do livro porque eu tinha homenageado uma pessoa como personagem e decidi tirar esse personagem.

Qual foi a parte mais divertida de escrever do livro?Eu gostei muito de descrever os desfiles e as peças de roupas. No geral, eu adoro descrever um processo em que o personagem está usando a parte criativa dele, ou se ele está com os sentimentos à flor da pele.

O livro será lançado em outros idiomas? Eu estou trabalhando na tradução em Inglês e espero lançar a história em Espanhol e Francês também o mais breve.

Onde o livro estará à venda? No site da Editora Ella e em algumas livrarias do Sul e São Paulo.

Quais seus próximos passos como escritora?
Atualmente estudando roteiro para me tornar Roteirista também e fazer trabalhos com meus livros em outros idiomas e Realidade Virtual.

De onde veio o nome Démodée? Boa pergunta! Démodée é um termo que se usa no mundo da Moda para determinar o que é velho e ultrapassado. Eu achei como um nome forte e adorei a ideia do livro ter apenas uma palavra como título.

Qual a sua inspiração? Tudo me inspira de alguma forma em todos os dias e todos os sentimentos. Por isso, às vezes estou mais inspirada em escrever poesias, ou contos ou elaborar uma história maior. No caso do livro foi a vista a uma antiga tecelagem no Rio Grande Sul, quando eu cursava umas disciplinas de Moda na UCS, que me levou à inspiração de elaborar a história de Démodée.

SINOPSE DE DÉMODÉE:
“O luxo não pode ser contido… E nem o horror.”

Em plena época de um dos maiores eventos de estilo do mundo, o São Paulo Fashion Week, dois acontecimentos chocam o mundo da Moda: A ossada de uma famosa modelo desaparecida há vinte anos é encontrada em uma antiga tecelagem em Manchester, no Reino Unido e na França outra super modelo desaparece. As pistas não estão claras, mas para o estudante de Direito Jonathan Rodriguez, que encontrou os restos mortais da jovem, a única certeza é que todo glamour das passarelas esconde o pior dos horrores.

Passando pelos principais cenários do mundo da Moda como Los Angeles e Nova York e submundo de festas ao entendimento da revolução da história têxtil, Démodée nos leva às profundezas de uma sigilosa e cruel organização que dura por mais de dois séculos.

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS