Jornal do Povo

Escrevendo além do mundo – 12/12/2020: ventos silenciosos

“Que vossos corações despertem o desejo de mudança e amor incondicional em todos os momentos para com todos os seres; Desejo um despertar de luz em vossas mentes, equilíbrio e desapego, para que seja tudo novo, de novo!

Desejo que todos, uma vez na vida, sejam peregrinos. Para que sigam as estrelas em vida, sintam sua força e conexão com o Universo e percebam a essência que conecta todos nós.
Desejo a vós bem mais do que posso compreender e bem mais do que posso ver, porque desejo união nas diferenças.

Desejo que não sejam melhores do que outrem, mas melhores do que foram ontem, para que não existam desavenças.
Assim como os ventos silenciosos, desejo que as paisagens – suas vidas – sejam refrescadas pelas mudanças, pelo que está do outro lado, pelas oportunidades trazidas. Que mesmo se o vento for muito forte e não conseguirem abrir os olhos e ver a direção, é sinal que nesse momento devam apenas abrir os braços, aproveitar o momento e perceberem que certas coisas estão no mundo não para serem tocadas, mas sentidas com a alma.”

Suzy Hekamiah

Suzy Hekamiah

É escritora nascida em Caxias do Sul. Desejou ser escritora desde os nove anos de idade. Desde então, possui dois livros, participações em mais de 30 livros como contista e poetista, prêmios literários como autora independente e já apresentou seus trabalhos como autora no México e EUA, como nas principais bienais do livro do Brasil. É membro da Academia de Letras de Goiás e da Academia Inclusiva de Autores de Brasília. Foi uma das organizadoras da Semana do Livro Nacional em Caxias do Sul e atualmente mora em Los Angeles onde se dedica à carreira de roteirista. Acredita no poder das palavras para deixar um legado ao mundo e encorajar as pessoas a seguirem suas missões espirituais.



Publicidade

Escreva um comentário

Siga-nos

Estamos também nas Redes Sociais. Segue a gente lá!!