Connect with us

Antropologia

Força que vem de dentro…

Quem sabe um dia poderemos subir mais um degrau, abrir os olhos e perceber as oportunidades que estão a nos esperar!

Dieison Barcarolo

Publicado

on

Diante das fases mais difíceis da vida, talvez, muito talvez, a maior dificuldade seja saber viver. É como se cada dia fosse um anseio por paz, um anseio por algo que ainda não coube em nós mesmos. Algo que nem mesmo o céu é capaz de transcrever em suas estrelas. Uma falta daquelas que nos emociona e impulsiona às mais dolorosas fases da vida.

Diante de um problema nós buscamos uma solução. Mas, diante de uma solução, por que não a buscamos? Por que se usufrui do tempo como se não tivéssemos tempo? Por que as fases da vida nos ensinam tanto? Será que um dia cessaremos de aprender? Ou, será que, de uma vez por todas, aprenderemos algo com a vida? Nossa própria vida não é o bastante para nos ensinar? Talvez seja o motivo daquele velho ditado: “enquanto alguns aprendem no rizo, outros na dor”.

Tão interessante como um desequilíbrio corriqueiro pode ser tão danoso a ponto de fazer alguém mudar de posição ou desistir. Tão curiosos como alguém consegue se acomodar diante de um vendaval de oportunidades que batem à porta. Talvez, muito talvez, estas são fazes mais difíceis da vida. A fase em que não somos capazes de enxergar. Que estamos cegos ofuscados em nossa própria (des)vontade. Quem sabe um dia poderemos avançar! Quem sabe um dia poderemos subir mais um degrau, abrir os olhos e perceber as oportunidades que estão a nos esperar! Quem sabe um dia essa fase seja só mais uma daquelas de olhar pra trás e rir… sorrir… avançar…

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS