Connect with us

Cinema

Mulheres estão fascinadas pela série da Netflix, Toy Boy. Parece que “o enredo” é cativante

Taiara

Publicado

on

“Assistir com as amigas Toy Boy na Netflix, é como ir ao ‘clube de strip’, mas no conforto de casa”, disse uma usuária no twitter. Ideal para quem tem que ficar em casa.

“Assistir com as amigas Toy Boy na Netflix, é como ir ao ‘clube de strip’, mas no conforto de casa”, disse uma usuária no twitter. Ideal para quem tem que ficar em casa.

Produções espanholas assumiram de vez o protagonismo na Netflix. O novo sucesso da plataforma de streaming agora é a série Toy Boy.

A série foi produzida pelo canal Antenta 3, onde foi lançada no ano passado e foi muito criticada, no entanto, a plataforma comprou a ideia da série e a está distribuindo mundialmente. A aposta surtiu efeito já que o público mundial abraçou a série. Segundo a TV Time, em sua conta no Twitter, a série a segunda mais assistida no mundo no mês de março, atrás apenas da adaptação em animação de Castlevania:

O thriller é baseado na história de um jovem stripper chamado Hugo (Jesús Mosquera), que depois de ser acusado de ter levado o marido da sua amante dessa pra melhor, é condenado a 15 anos de prisão. Em todos os momentos, ele tenta provar sua inocência, já que se considera vítima de uma espécie de complô. Depois de 7 anos, a jovem Triana (María Pedraza) aparece e diz fará todo o necessário para provar que a versão da história de Hugo é a verdadeira.

Atualmente é série é top 2 na Espanha e aparece entre os 15 mais vistos internacionalmente na plataforma de streaming. A comparação com Magic Mike é nítida, mas isso é discussão para os fãs.

Tanto que as opiniões da série são bastante divididas. No Rotten Tomatoes, a produção tem um impressionante 95% de avaliações positivas, enquanto no IMDb, ela tem a decepcionante nota de 6.5. O que todos concordam é que a série tem um tipo de “enredo” que é fascinante: corpos sarados.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS