Connect with us

Daniel Almeida

Nos preocupamos tanto em seguir padrões, que esquecemos de seguir a vida

Redação

Publicado

on

Recentemente eu assisti um vídeo no Instagram que mostrava um rapaz indo fazer a prova do Enem escutando funk. E alguém nos comentários disse que ele não sabia nem as propriedades do triângulo.

Danrley rebateu a crítica em um outro vídeo, mostrando o quanto já se destacou nos estudos ASSISTA O VÍDEO.

As pessoas argumentam que não gostam do funk por falar vulgaridades. E tá tudo bem! Se você não gosta não precisa ouvir, mas precisa respeitar!!

O problema maior desse cenário não é a crítica, mas achar que é superior. Se eu escuto MPB sou mais intelectual, se não assisto o big brother sou mais inteligente, se eu só tomo Heineken meu paladar é mais apurado, se não como carne sou mais evoluído espiritualmente…

O mundo seria tão mais justo e bonito se houvesse mais empatia e menos competição. Nos preocupamos tanto em seguir o padrão, que acabamos esquecendo de seguir a vida, de ser feliz, de passarmos um tempo com a família, de viver a vida com tranquilidade, com serenidade.

Posso gostar de assistir umas bobagens na TV, rir assistindo chaves, ou vídeos idiotas do tiktok e mesmo assim ser uma pessoa inteligente e de uma conversa legal. O que não dá é pra ser arrogante e achar que é melhor que os outros só porquê você não escuta funk.

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS