Jornal do Povo

Nova Pádua: incertezas rondam a cidade a cinco meses das Eleições Municipais

O município de Nova Pádua (RS), que na eleição geral de 2018 deu ao presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) a maior votação percentual entre as cidades gaúchas, não tem a mesma certeza de quem serão os candidatos nas eleições municipais deste ano, adiadas de 4 de outubro para ocorrer dia 15 de novembro em primeiro turno e 29 de novembro em segundo turno.

O momento de combate à pandemia exige foco nesta tarefa, a ser tratada com absoluta prioridade, e as medidas de distanciamento também dificultam encontros partidários. Mesmo assim, já houve movimentos importantes visando à eleição municipal.

No meio político do ‘Pequeno Paraíso Italiano’, as conversas se resumem em poucas palavras. “Não há nada definido” ou “estamos conversando com os partidos”. Outros culpam a pandemia para evitar comentários: “Está meio parado, não se sabe o que fazer”, alega o presidente do PP paduense, o vereador Ildo Stanguerlin, cuja sigla tem a incumbência de indicar o nome para o executivo, caso seja mantida a coligação na majoritária com outras quatro siglas: PSDB do atual prefeito Ronaldo Boniatti, MDB do ex-prefeito Itamar Bernardi (Kiko) e Republicanos do secretário de Administração e Fazenda, Pedro Quintanilha.

O candidato natural dos progressistas é o atual vice-prefeito, Gelson Sonda, que foi derrotado por Kiko nas eleições de 2008 e 2012. Por outro lado, divergências políticas podem levar ao rompimento da coligação e com isso surgir três candidaturas para prefeito, o que seria histórico no município emancipado há 28 anos.

Fotografia: Gustavo Tamagno Martins

Correndo por fora, o PDT, que elegeu duas vezes o professor Dorvalino Pan (1992 e 2000) está disposto a voltar a administrar o município, quebrando uma sequência de quatro administrações dos três maiores partidos da cidade. Segundo a presidente do partido, Franciele Gonçalves Pan (filha do ex-prefeito), nomes não faltam para compor a chapa. O ex-vereador Guido Baggio e o atual vereador Cesar Menegat, que em abril ingressou nos trabalhistas depois de deixar o MDB, são os mais cotados.

O nome da presidente da sigla também aparece nos bastidores políticos como uma alternativa para o executivo. Conforme a dirigente trabalhista, “com certeza o PDT terá candidato próprio para a majoritária e na proporcional”. Já o MDB, que administrou a cidade de 2009 a 2016 com Itamar Bernardi é mais cauteloso em falar em nomes, porém, segundo o presidente emedebista, vereador Léo Sonda, um encontro com membros do diretório municipal para os próximos dias deverá definir nomes para compor a chapa de vice com o PP. “Está difícil de reunir-se por causa da pandemia”, destaca Sonda.

A costura em prol da manutenção da aliança envolve ainda o PSDB que administra o ‘Pequeno Paraíso Italiano’ pela primeira vez. Pelo acordo firmado há quatro anos entre os quatro partidos, os tucanos ficariam de fora da composição da chapa majoritária, somente na proporcional. Conforme o presidente da legenda, vereador Silvino Maróstica, além da dificuldade de reunir-se por conta da pandemia, “está complicado de encontrar as pessoas dispostas a concorrer”.

Na eleição de 2016 os quatro partidos formaram alianças nos dois modelos de coligação. A 30 dias do início das convenções e sem saber ainda o que irá ocorrer, o presidente do Republicanos, Pedro Quintanilha destaca que o compromisso do partido com a administração será mantido até o final do mandato. Enquanto as decisões não saem, segue a expectativa de quem serão os candidatos ao pleito de 2020 em Nova Pádua.

Fotografia: Gustavo Tamagno Martins

OS CANDIDATOS EM NOVA PÁDUA

1992
:: Dorvalino Pan (PDT) – 846 votos
:: Odir Boniatti (PMDB) – 781

1996
:: Ivo Sonda (PPB) – 1.029
:: Nivaldo Marin (PMDB) – 817

2000
:: Dorvalino Pan (PDT) – 1.015
:: Ivo Sonda (PPB) – 978

2004
Ivo Sonda (PP) – 1.133
Itamar Bernardi – 801

2008
:: Itamar Bernardi (PMDB) – 1.036
:: Gelson Sonda (PP) – 926

2012
Itamar Bernardi (PMDB) – 1.171
Gelson Sonda (PP) – 910

2016
Ronaldo Boniatti (PSDB) – 1.445

Fotografia: Gustavo Tamagno Martins

Fonte: Antonio Coloda/Rádio Amizade

Reportagem

Reportagem



Publicidade

Escreva um comentário

Siga-nos

Estamos também nas Redes Sociais. Segue a gente lá!!