Jornal do Povo

Poesia e Reflexão – 07/09/2020: O tempo não para, ele voa!

Sempre que algo acontece, a maioria das pessoas faz as seguintes perguntas: E se eu tivesse ido? E se eu tivesse feito? E se eu…

A vida é breve e o tempo é agora. O relógio não espera pelas tuas indagações. Se fez ou se não fez, se foi ou ficou. Podemos evitar estas lamentações, se arrepender daquilo que está feito, e não do que ficou apenas nos planos do pensamento, e não foi colocado em prática, pelo simples fato de deixarmos tudo para o amanhã.

A regra é viver como se não houvesse o amanhã. Como se cada dia fosse o último, com toda intensidade e força que temos para aprovei-tar os momentos que estamos aqui.

A vida é um sopro! É como se a casa estivesse arrumada, e no mesmo instante chegasse um vendaval. É como se a melodia do riso se fizes-se canção do pranto em poucos segundos.

Enquanto um coração se enche de amor, o outro para. Assim é a vida! Não fique pensando se ela é longa ou curta, apenas viva!

Pare de fazer perguntas. Não deixe nada para depois, para o futuro.

Pare de olhar para o palco da vida como se fosse um personagem secundário, seja protagonista.

O momento é agora! O amanhã, só Deus sabe.

Romila Amaral

Romila Amaral

É estudante de Jornalismo da UCS, natural de Caxias do Sul (RS). Apaixonada por poesia e literatura, aos oito anos começou a recitar poemas e não imagina a sua vida longe dos versos. Acredita que o jornalismo e a poesia podem mudar o mundo e a vida das pessoas. Afirma que são a voz daqueles que muitas vezes não podem falar. Os dois se completam. Como declamadora já ganhou alguns prêmios no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.



Publicidade

Escreva um comentário

Siga-nos

Estamos também nas Redes Sociais. Segue a gente lá!!