Jornal do Povo

Poesia e Reflexão – 08/02/2021: Efeitos do egocentrismo

Tem gente que só pensa em si próprio. Em seus feitos, conquistas e sonhos. Imagine duas pessoas diante de uma escada. Enquanto um sobe, o outro, convencido pela inveja, pelas maldades que habitam o ser, acaba puxando o parceiro para trás. Em nenhum momento ele pensou que estavam no mesmo “barco”, ou que aquele que estava subindo pudesse olhar para trás e lhe estender a mão.

Algumas pessoas são transportadoras de egoísmo. Cada palavra pronunciada envenena o ar. Pedras certeiras que quando atiradas atingem e magoam. Tratam o outro com descaso. Sorriem quando olham nos olhos, mas quando viram as costas cerram os dentes e são movidos pela ambição.

O sol nasce para todos, mas depende da maneira como você olha pra ele. Quem vive de maldades, até tenta enganar a si próprio, mas jamais terá a sensibilidade de perceber que a luz do sol atua como conselheira, guia. Dessa forma, andam por atalhos escuros, mas a culpa não é do atalho, muitos menos da escuridão, mas sim do vazio, da falta de humanidade, compaixão, caráter, de sorrir diante das conquistas dos outros e parabenizá-los por seus méritos. Quem resolve ser pedra no caminho, perde um tempo precioso na luta de construir a sua própria estrada.

Romila Amaral

Romila Amaral

É estudante de Jornalismo da UCS, natural de Caxias do Sul (RS). Apaixonada por poesia e literatura, aos oito anos começou a recitar poemas e não imagina a sua vida longe dos versos. Acredita que o jornalismo e a poesia podem mudar o mundo e a vida das pessoas. Afirma que são a voz daqueles que muitas vezes não podem falar. Os dois se completam. Como declamadora já ganhou alguns prêmios no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.



Publicidade

Escreva um comentário

Siga-nos

Estamos também nas Redes Sociais. Segue a gente lá!!