Connect with us

Colunas

Poesia e Reflexão – 12/10/2020: eternas crianças

Gustavo Tamagno Martins

Publicado

on

A infância tem um gosto diferente, mágico. É a fase dos descobrimentos, período em que estamos sendo preparados para o mundo. Ser criança é viver de sonhos, sem preocupações. É uma total aventura. É olhar para as coisas e enxergá-las de uma forma diferente. É ver o sol sorrindo passeando por nuvens de algodão, ver a lua sentada em uma cadeira de balanço. É a fase da imaginação sem fim.

Ser criança é cair, chorar, levantar, e no outro dia cometer o mesmo erro até aprender com ele. É um estado de pureza, de amor sem fim. A infância nunca sai de nós, mudamos de fase, mas a criança que habita o nosso ser está sempre presente. Ela sorri quando estamos tristes, mostra que no caminho existem obstáculos, mas não podemos desistir porque estamos descobrindo, aprendendo.

Somos eternas crianças, corremos atrás dos sonhos como se eles fossem pipas voando no céu, quanto mais longe, maior o desejo intenso de vencer e fazer a vida valer a pena. Ser criança é ser livre! Sentir o vento beijar o rosto e rir até doer a barriga. Parece que o tempo para e tudo é eterno, é como se os momentos se congelassem.

A criança que vive em nós é o nosso porto seguro. A infância tem um gosto diferente, por isso ela nos acompanha. Dessa forma, nos momentos de amargura, podemos olhar pra vida com doçura.

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS