Connect with us

Rio Grande do Sul

Professor dá aulas gratuitas de defesa pessoal para mulheres na Serra do RS

Redação

Publicado

on

Aulas de Krav-Maga ocorrem em Bento Gonçalves e Garibaldi. Aulas de Krav-Maga na Serra do RS
Reprodução/RBS TV
Enquanto os casos de violência contra a mulher, no Rio Grande do Sul, caíram 12,5% entre janeiro e maio de 2021, as duas maiores cidades da Serra do estado, Caxias do Sul e Bento Gonçalves, viram o índice aumentar 6% no período, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP).
Levando em consideração o aumento da procura por cursos de defesa pessoal, o professor de Krav-Maga Adriano Rinaldi decidiu abrir turmas pra ensinar as técnicas de graça a mulheres. As aulas acontecem em Bento Gonçalves e Garibaldi (veja como se inscrever abaixo).
“A ideia do treinamento para mulheres é simular situações reais e ensinar técnicas de defesa que podem restabelecer a sua segurança diante do ataque de um agressor”, disse.
O Krav-Maga é uma arte marcial de defesa pessoal criada em Israel, entre os anos 60 e 70 e reconhecida mundialmente. Concentração, discernimento, agilidade e autodefesa são palavras que fazem parte dessa filosofia e prática.
O objetivo da técnica é proporcionar a defesa da vítima com movimentos simples, curtos e rápidos, usando o próprio corpo. Também se aprende a estudar o ambiente, pra saber quando, e como, reagir.
Rosane Fabrisio, de 36 anos, foi vítima de violência física e psicológica por vários anos. Conseguiu denunciar a situação pra polícia e buscou as aulas de defesa pessoal pra se sentir mais segura.
“É a segurança psicológica que isso me traz, de não estar com medo, não olhar pro lado achando que alguém possa fazer alguma coisa. Aprender a se defender deveria ser um direito de todos”, explica.
Neiva Bervian, de 49 anos, pratica a arte marcial há 3 anos. Ela passou anos assustada por causa de um sequestro que sofreu e buscou o Krav-Maga pra ajudar a superar o trauma.
“Não tenho mais medo, não durmo mais com as portas fechadas dentro de casa, porque eu aprendi a me defender. Agora, se me acontecer alguma coisa, eu sei correr, fugir, eu consigo ler a pessoa, eu consigo ler o ambiente na minha volta”, conta.
A técnica exige conhecimento, por isso é preciso treinamento e orientação de um profissional. Qualquer pessoa pode praticar, independentemente da idade ou condicionamento físico. O Krav-Maga também é ensinado para crianças.
No caso das mulheres, são trabalhadas situações específicas, justamente pra oferecer uma oportunidade de defesa em caso de violência. É o que explica Rinaldi, praticante da arte marcial há seis anos e instrutor há quatro.
“Ensinamos, por exemplo, livramento de agarramento, pegada de mão, livramento de estrangulamento no chão, na cama, de pé, contra a parede”.
As artes marciais não incentivam provocações de brigas e nem reações em casos de risco de vida, quando a vítima não tiver conhecimento ou condições pra fazer a sua defesa. Todo caso de violência contra a mulher deve ser denunciado para a Polícia Civil pelo telefone 180.
Para a delegada Deise Ruschel, titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Bento Gonçalves, o conhecimento de uma técnica de defesa pode ajudar a salvar a vida de mulheres em situação de violência doméstica.
“A nossa legislação fala que todo indivíduo que sofre uma agressão ele tem o direito de reagir na medida necessária pra fazer parar aquela agressão. Então é bem importante que as mulheres que sofrem violência intrafamiliar, naquele ambiente onde elas deveriam justamente se sentir mais seguras, tenham conhecimento de alguma técnica de defesa, não se trata de uma técnica de ataque, mas sim, de defesa da vida, da sua integridade, pra que ela evite justamente perder a vida que é o seu bem mais precioso”, avalia a delegada.
Aulas de Krav-Maga
Bento Gonçalves: Rua Caxias do Sul, nº 555, e Rua Marquês de Souza, nº 885
Garibaldi: Rua João Pessoa, nº 528
Contato para inscrições é pelo (54) 98127-0776.
VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS