Jornal do Povo
Jornal do Povo - RS - chuva 4

Relatos da Vida Moderna – 07/07/2020: Dessa chuva

Quando chover quero estar preparada
Com olhos e mãos secas
De tanto procurar meu farol
A chuva que chega me leva
Refaz
Os deuses que de outro mundo choram as lágrimas
As lágrimas que vêm dos poetas
Descem sobre o céu
E assinalam no meu peito calmaria
Assim, acidentalmente escrevo
Sobre a chuva que da janela caída
Escorre pelas beiradas
Desdobra meu ventre
Como se quisesse dar a luz
Ao novo dia
Dentro de mim derrama
Escorre
Deita e esfria o que queima
Acalma
O que incendeia
Apaga
Assim, tenho um coração inteiro
A paz das nuvens e um novo recomeço
Feito de sombra
Feito de luz
E das gotas de horas
Que um dia foram
Poetas sólidos
procurando o amor
Chove, derrama
E quando parar algo modifica
A semente germina.

Emely Polli

Emely Polli

Escritora caxiense que desde muito jovem se encantou pela literatura. Organizadora do Café Poético, evento que expõe artes, inclusive as suas. Estudante de Licenciatura em Música pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), junto com a sua irmã Nicolle participa do duo Delunar. Acredita no poder das palavras e na poesia como essência da fórmula humana.



Publicidade

Escreva um comentário

Siga-nos

Estamos também nas Redes Sociais. Segue a gente lá!!