Connect with us

ME LEVA by Sid

Seguindo o meu caminho (de Santiago de Compostela!)

Sidnei Kerschner

Publicado

on

Jornal do Povo - RS - santiago de compostela 5

Olha eu aqui novamente para contar como foi o segundo dia de caminhada, depois de ter saído de Saint Jean Pied de Port na França e ter caminhado 30km e ter chego a Roncesvalles onde descansamos e nos preparamos para o segundo dia…

Fui para o Caminho de Santiago com a idéia de fazer o caminho sozinho, até porque nesta época do ano devido ao frio e a neve não se encontra muitos peregrinos pelo caminho. Mas logo la no início do primeiro dia já fiz uma amizade bacana com uma italiana que estava fazendo o caminho pela primeira vez, um norueguês que já estava em seu décimo caminho (quando ele falou isso achei que ele era louco, mas dias depois eu entendi que louco era eu que achei que fazer o caminho uma vez me deixaria satisfeito) e também uma jovem e simpática coreana que mal falava inglês (imagina como foi a comunicação rsrs) que iniciaria o caminho pela primeira vez também.

Na saída do segundo dia encontramos durante o café da manhã no albergue municipal onde ficamos mais um grupo de peregrinos, entre eles uma espanhola (que mais tarde se tornou minha companheira de caminhada por uns dias e uma grande amiga) e também um espanhol que logo se tornou um grande amigo para vida toda.

Saímos de Roncesvalles com destino a Zubiri, 27 km sendo grande parte desta caminhada dentro do bosque, havia a opção de caminhar pela estrada também, opção esta que alguns peregrinos adotaram, porém eu e mais uns poucos preferimos encarar a aventura de ir pelas trilhas mesmo com a grande quantidade de neve. O resultado não poderia ter sido outro, um grande dia, cheio de aprendizados, auto-conhecimento e muita história pra contar. No final da tarde depois de ter feito uma parada para um lanche ao meio dia e muita risada durante o caminho chegamos a Zubiri, encontramos um albergue que não era pública mas tinha um preço bem atrativo (8 euros, a grande maioria dos albergues variam entre 5 a 15 euros, geralmente os municipais são os mais baratos, e na minha opinião são os que estão mais dentro do espírito do caminho, nos fazendo praticar o desapego do luxo e conforto que não são necessários.) No entardecer nos reunimos num barzinho, oque é bem tradicional entre os peregrinos, depois fomos para o albergue e fizemos um delicioso jantar preparado pelo nosso amigo espanhol, em torno de uns 15 peregrinos, uma das noites inesquecíveis que o caminho me proporcionou.

Chegada em Zubiri depois de 27km de caminhada…

Em breve estarei aqui falando sobre os próximos dias… Quer saber mais sobre o Caminho? acompanhe meus relatos em meu Instagram @sidneikerschner_corretor assim como na hashtag #ocaminhopelosmeusolhos e também add lá no TikTok sidneikerschner_corretor Adiciona e veja como foi esta “caminhada”. Ultreya!!!

Continue Reading
Comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tendência

Copyright © 2021 Jornal do Povo RS